terça-feira, 20 de outubro de 2015



Coragem para ser humilde é nascer de novo. Lugares, pessoas, riquezas, tótens satânicos, edifícios teóricos... Inspiração é algo que falta (símbolo) em uma sociedade de produção descontrolada pela asfixia do poder que imaginam todos existir no indivíduo humano. Creio que muitos escritores estão confundindo personalidade literária com pessoas ricas comuns. Isso interfere no juízo de gosto pois toda valoração incide na mesma superficialidade abastada e opaca: - matéria inerte acumulada e sem forma, beleza ou transcendência. Sentimentos neo-burgueses de estar sempre em evidência: - selfies sem originalidade. Patetas endinheirados cercados de patetas solícitos. Meramente corpos coloridos e perfumados e milhares de câmeras explorando o erotismo e apelando para o sexo a vender mais e mais produtos de que nem temos necessidades vitais.

Anderson Carlos Maciel

Nenhum comentário: