terça-feira, 7 de junho de 2016

Acabamento



Realizar o teu sonho
Bastaria cognição
Semiótica
Disposição aleatória de verbos
Entornos, solidões

Toda prosa
Todo poema
Dona Jurema
Dona Rosa

Horrorosa a vitória
Sem a pena
Razão de ser
Do viver em rude tema

Falares e composições
Personalidades e cifrões
Sonhos vendidos
Pelas almas dos foliões

Não valerá a pena
A pena, não valerá?
De qual pena
Serena
Teu verbo falará?

Escreva pequena
Retorne ilusão
Seguro pela mão
O poço é fundo
Após a queda na depressão
A água lamacenta da crítica
Embebendo resíduos do fracasso
Teu espaço nu...
Não queira

Olhe para o sol
Tire a roupa de luz
Sente-se ao vento
Tome chocolate...
Reconheça o que há aqui dentro
Letras, razão
Canção
Lamento

Então pouco importa mesmo a capa
Ou a obra escrita
Se essa menina bonita
Não entoar mais suas lendas.

Caminhamos por espaços de sonhos
Aedos e rapsodos idealizados
Pelo pássaro suave
Da suave tarde
Observador de vazios
Aedo sombrio?

Anderson Carlos Maciel 

Nenhum comentário: