quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Últimas notícias


(Ou promessa do transcendente poema)

Assassinado-
Assinado

Enluarado
Parvo brado

Mar revolto?
Ou filho douto
Das tuas ondas
Sou?

Onde
Onda
Nozes
Nós

Aedos mais
Quintais a regar
Com ar, mar e salgar
Asas
Das pragas, bestas,
Frestas
Ledas

O marketing da esmeralda
Que não passa
Passa, - cão insólito.
- quartzo verde -
Poluto olhar por telas
Fusão de seus cristais
Do outrora líquido "marketing"
Que escorria:
Cuidados seus.
Em telas, nas telas,
Sim tuas telas...
Nas vielas
Eu

Do amanhecer
Pessoal, festival, róseo
Quartzo rosa
Olho-de-tigre
Em mais moças
                virgens

Sacrificá-las à
Lira de Apolo.

Anderson Carlos Maciel

Nenhum comentário: