sábado, 10 de dezembro de 2016

Nexo-célula



Tuas luas
Suas
Gruas

Antes, deveras, qual
Nata, salada, arte-final
Nem

Pois objetivo direto
Tenho
Intransitivo sigo, perigo
Norte, sul

Enlevos fracos, fortes
Sorte não levo, - não!
Rua, currículo, metáforas
Comunicação

Se tudo
Se nada
Se vivo
Se

Ou tudo
Ou nada
Ou salada, ou carne
Ou esquerda, ou direita
Espreita a morte

Ao final
Final?
Da canção

Poema que (sofre)
Calado

Leve como o pretérito
mais-que-perfeito
Com jeito de
Separação

Vou
Fluir para o mar
Minhas dores outonais
Semear nascimentos da forma
Em normas
De contentamento

Sou
Filho de cão
Escarneço pelo pão
Que não, nunca

Dividirão

Anderson Carlos Maciel 

Nenhum comentário: