quarta-feira, 11 de janeiro de 2017


Semi desperto, enluarado
Noiva do silêncio soa
A pedagogia das nuvens
acalenta metáforas esquivas

Gente viva, mordida na fatia
Vazia como sempre, vazia
-- Eu, portentosa teoria --
Caçam regras na floresta
Dos estilos.

Rapsodos da obediência
Com quem me identifico
Sendo profícuo o seu invento

Lamento,
Não! Não lamento.

Um ponto é um som, matemática
Quadrática regra, tez.

Sói ser miraculoso o bolo da prosa
Quando a rosa da rosa da rosa
Versar sociologia ou afim, valores

Moral.

Anderson Carlos Maciel

Nenhum comentário: