quarta-feira, 1 de março de 2017

Verbete e manteiga



Sub enigma,
Estigma
Refrão

Pela mão quem não
Me guia

Sentiria,
Ou não.

O inconsciente fala
A fala que se cala

Emerge pirotecnia
E estrutura lógica

Nos seios da poesia
Moral

Pingam-me dos olhos
Ferrolhos e assoalhos
De futuras construções

Vago no cosmos
Em direção à fronteira final

Do coração

Sem forças para coerência
Ciência ou emoção.


Anderson Carlos Maciel

Nenhum comentário: